Novidades do Blog

Você está em Melpoejo Blog
15 jun

Recém-nascido com gases: o que fazer para amenizar o incômodo?

Recém-nascido com gases é um problema comum. Porém, algumas dicas simples podem ajudar a aliviar este desconforto.

Pais de primeira viagem podem se surpreender com um recém-nascido com gases, afinal a quantidade de “punzinhos”  de um bebê pequeno é bem grande.

Mas os pais ou responsáveis pode ficar tranquilos. O gás é uma ocorrência natural e comum em recém-nascidos.

Os gases, geralmente, surgem nas primeiras duas semanas do pequeno e acontecem devido ao fato do sistema digestivo dele ainda estar em processo de desenvolvimento.

Embora alguns pareçam não ter problemas com gases, outros podem ficar com um desconforto.

Por isso, é essencial evitar ou tentar diminuir a formação desses gases, além de prevenir o surgimento de cólicas, que constantemente acompanham os gases.

Só para exemplificar, caso o seu bebê esteja incomodado pelos gases, uma dica bem simples é massagear levemente sua barriguinha.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 5 dicas eficazes para amenizar o incômodo no recém-nascido com gases.

Mas antes vamos explicar como os gases podem ocasionar a dor na barriguinha dos bebês. Continue acompanhando com a gente!

Recém-nascido com gases: por que eles sentem dor?

Como dissemos na introdução do artigo, os gases geralmente são gerados devido à imaturidade do sistema digestivo do bebê.

Mas, principalmente nos recém-nascidos, outro fator que influencia o acúmulo de ar é a amamentação. Durante o processo o bebê pode engolir muito ar e, assim,  causar as temidas cólicas.

De acordo com a Veja Saúde, duas em cada três mães afirmaram que a cólica tem alto impacto na rotina familiar.

Por isso, é importante tentar prevenir os gases nos recém-nascidos e, caso ocorra, medidas simples que podem te ajudar a aliviar o incômodo do bebê.

Vamos lá!

Recém-nascido com gases: 5 dicas para prevenir e amenizar o incômodo

1. A mãe deve diminuir a ingestão de alimentos que provocam gases

Para diminuir os gases em recém-nascidos a mamãe deve experimentar reduzir a ingestão de alimentos que provocam gases como:

  • feijão;
  • grão-de-bico;
  • milho;
  • repolho;
  • brócolis;
  • couve-flor;
  • pepino;
  • cebolas;
  • maçã crua;
  • abacate;
  • melão;
  • melancia ou ovos.

Inclusive, listamos esses e outros alimentos em nosso artigo “Alimentos que devem ser evitados durante a amamentação”.

2. Faça o bebê arrotar

Uma das dicas principais para evitar gases no recém-nascido é colocá-lo  para arrotar  logo após a amamentação.

Para isso, sente-o no seu colo com a coluna ereta e a cabeça apoiada no ombro do responsável por cerca de  10 a 15 minutos.

Outra dica de ouro: coloque um paninho no seu ombro para evitar que o pequeno regurgite na sua roupa.

3. Massagear a barriga do bebê

A massagem no bebê pode ser uma grande ferramenta de resolução dos gases.

Inicialmente, deite seu bebê com a barriguinha para cima. Aqueça suas mãos e comece a massagear levemente a barriga do bebê em movimentos circulares em torno do umbigo.

Além disso, é aconselhável flexionar com cuidado os joelhos do neném e levá-los contra a barriguinha dele.

Mas vale dizer que esse processo só deve ser realizado quando o bebê não estiver com o estômago cheio.

4. Bebê deitadinho no colo

Enquanto na dica acima pedimos para colocar o bebê deitado de barriga para cima, aqui você precisa deitá-lo de barriguinha para baixo em um de seus braços.

Nesta posição, acerte a barriguinha do pequena na palma da sua mão e com a outra mão dê alguns leves tapinhas nas costas.Um tapinha suave para expelir o excesso de ar e respeitando o conforto do seu neném.

Lembre-se: estas duas últimas dicas só devem ser realizadas se o bebê não estiver com o estômago cheio.

5. Outros cuidados

  • Procure colocar roupas leves e confortáveis no bebê;
  • Não aperte a fralda do bebê;
  • Evite deitar o pequeno logo após as refeições;
  • Sob prescrição médica, pode-se utilizar medicamentos que facilitem a eliminação dos gases.

Recém-nascido com gases: quando precisa de ajuda médica?

Se após realizar as dicas e o choro ainda persistir, talvez seja a hora de procurar a ajuda de um médico.

O pediatra poderá confirmar se a cólica é causada por gases ou se existe outro motivo para o choro do bebê. Somente eles poderão indicar remédios e exames para identificar a origem da dor.

De qualquer forma, é importante buscar ajuda profissional quando:

  • Choro persistente e alto;
  • Recém-nascido muito agitado;
  • Vômitos constantes, perda de peso e/ou mudança na rotina;
  • Diarreia e/ou sangue nas fezes.

Vale ressaltar que não é recomendado o uso de qualquer medicamento sem expressa orientação de um profissional pediatra.

Por isso, converse com seu médico a respeito do Funchicórea.

O medicamento é um fitoterápico usado no tratamento da cólica e prisão de ventre.

Por fim, o que você acha de compartilhar essas dicas para prevenir e aliviar os gases em recém-nascidos com outras mamães e papais?

Compartilhe em suas redes sociais e fique atento aos próximos artigos do blog do Melpoejo.