Novidades do Blog

Você está em Home Blog
8 ago

Gases em bebê: dicas para prevenir e tratar

Os gases em bebê, normalmente, aparecem nas primeiras duas semanas do pequeno. Isso acontece devido ao fato do sistema digestivo dele ainda estar em processo de desenvolvimento. Além disso, é possível evitar ou mesmo diminuir a formação desses gases. Assim, além de prevenir o surgimento de cólicas, que constantemente acompanham os gases.

Pensando nisso, desenvolvemos uma lista de como aliviar essa questão. Exemplo: para aliviar o problema é recomendado que a mãe tenha cuidado com a sua alimentação e faça uma massagem na barriguinha da criança. Assim, é possível diminuir a intensidade do problema e o desconforto causado. Confira mais dicas para ajudar na sua rotina:

1. Massagear a barriga do bebê

A massagem no bebê pode ser uma grande ferramenta de resolução dos gases. Essa prática pode fazer uma diferença direta na qualidade de vida do pequeno ou da pequena.

A dica principal é massagear levemente a barriga do bebê em movimentos circulares. Pois, assim irá facilitar a liberação dos gases que tão incomodam e causam desconforto. Além disso, é aconselhável flexionar com cuidado os joelhos do neném e levá-los contra a barriguinha dele. Assim, criando uma pressão no abdômen da criança e ajudando na liberação dos gases.

2. Preparar adequadamente o leite do bebê

Quando o aleitamento materno é encerrado, mas há o consumo de fórmulas lácteas, é muito importante que esse preparo seja feito com as instruções adequadas. Afinal, o uso inadequado, o preparo errado ou mesmo a falta do consumo da fórmula láctea pode causar gases no bebê e, até mesmo, prisão de ventre.

3. Dar mais água para o bebê

Se o pequeno ou a pequena tem uma alimentação baseada em leite de lata ou mesmo com a introdução de alimentos sólidos é recomendado o consumo de bastante água. Afinal, isso pode ajudar a diminuir os gases em bebê e facilitar em todo o processo de digestão.

4. Preparar corretamente os mingaus

Os gases em bebê podem ser provocados por excesso de farinha no preparo dos mingaus. Então, por isso, deve-se seguir sempre as instruções que vêm no rótulo da embalagem. Além disso, é essencial variar os tipos de mingaus. Exemplo: mingau de aveia que é rico em fibra e ajuda a regular o funcionamento do intestino do neném.

Além de seguir estas dicas, também é importante quando o bebê iniciar a alimentação sólida, dar para ele alimentos ricos em fibras como purês de legumes e frutas como abóbora, chuchu, cenoura, pera ou banana, por exemplo.

5. A mãe deve diminuir a ingestão de alimentos que provocam gases

Para diminuir os gases em bebê que é amamentado a mãe deve experimentar reduzir a ingestão de alimentos que provocam gases como feijão, grão-de-bico, ervilha, lentilha, milho, repolho, brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, pepino, nabo, cebolas, maçã crua, abacate, melão, melancia ou ovos, por exemplo.

Agora que você já sabe tudo sobre os gases em bebê, que tal oferecer essas dicas para outros pais? Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais e continue de olho no blog do Melpoejo!